Um Com Eles

Ajude cristãos vítimas de violência no Sri Lanka

Um Com Eles
Cristãos no mundo todo são vítimas de violência pelo simples fato de crerem em Jesus. No Sri Lanka, muitos foram vítimas de um dos ataques mais significativos dos últimos tempos. Atenda às necessidades desses cristãos! Com uma doação de R$ 106,00 você ajuda a suprir suas necessidades físicas por meio de ajuda prática.

A perseguição

A violência aos cristãos é determinada pelo número de incidentes ocorridos. Os ataques podem acontecer a qualquer momento, mas existe uma probabilidade maior de que ocorram em datas cristãs. O Natal e a Páscoa são períodos em que os cristãos são ainda mais visados, por serem datas cristãs. Desde 2015, 22 ataques ocorreram na Páscoa ou em datas próximas. Neles, quase 800 pessoas morreram e mais de mil ficaram feridas.

O último e mais significativo foi o ataque ocorrido em 21 de abril de 2019, no Sri Lanka. No total, 259 pessoas morreram e 500 ficaram feridas. O ataque foi coordenado em três igrejas e três hotéis que comemoravam a data. O grupo extremista Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo atentado causado por sete homens-bomba.

Conheça Praba

Cada cristão é afetado de uma maneira de acordo com o tipo de ataque e das consequências geradas por ele. Muitos sofrem dano físico, outros perdem familiares ou entes queridos. Esse foi o caso de Praba, uma professora da escola dominical da Zion Church, no Sri Lanka. Ela perdeu o filho de oito anos no bombardeio de Páscoa em 2019.

Ao recordar do dia fatídico, os olhos de Praba se enchem de lágrimas. Ela contou que no dia seguinte ao enterro de Peter, ela se sentou chorando e pensou: “Ele sentiu alguma dor? E se ele chamou por mim?”. Enquanto chorava, Deus lhe deu uma visão. Nela, Jesus segurava a mão de Peter. “Esse é o lugar onde Peter está e é para onde vou um dia. Essa é a esperança que me faz continuar”, disse Praba.

A cristã assegurou: “Nós estamos bem agora. Estamos felizes e rimos, mas nunca esqueceremos Peter. Nos lembramos dele e choramos todos os dias. Durante seis meses após a perda, eu não conseguia orar. Toda vez que me ajoelhava para orar, ‘Jesus’ era tudo o que conseguia falar. Eu só chorava. Mas pessoas que nunca nos viram oraram por nós quando não conseguíamos. É por causa dessas orações que permanecemos firmes na fé”, conclui Praba.

Outros cristãos vítimas de perseguição violenta no Sri Lanka precisam de apoio e cuidado. Doe e permita que eles tenham suas necessidades básicas supridas em meio a um momento de dor.

Ao doar para qualquer projeto, você se torna um parceiro e recebe de presente a assinatura da Revista Portas Abertas, com validade de um ano.

Caso o valor arrecadado ultrapasse o orçamento do projeto, as doações serão utilizadas em outras necessidades do campo.

R$
INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE