“Talvez eu não ouça a voz do meu marido pelos próximos oito anos”