Unicef alerta para risco de 2 mil crianças sírias refugiadas morrerem