A perseguição aos cristãos na Nigéria

No país, a pressão e violência aos nossos irmãos e irmãs têm sido estáveis, porém se mantêm em um nível muito alto

| 28/09/2020 - 06:00

A pontuação da violência no mesmo período está muito estável, porém, com nível extremo, visando cristãos

A pontuação da violência no mesmo período está muito estável, porém, com nível extremo, visando cristãos


A Nigéria é um gigante na África repleto de problemas complicados. Devido ao seu tamanho e recursos humanos e naturais, tem potencial para ser uma força enorme no continente. No entanto, a instabilidade política, a insegurança e a corrupção desenfreada que caracterizaram o país durante décadas ainda persistem e enfraquecem a Nigéria consideravelmente. A média de pressão aos cristãos na Nigéria está em um nível muito alto de 12,7, a mesma pontuação do ano anterior.

Todas as esferas da vida pontuaram acima de 11 pontos, sendo que o máximo é 16,7, por isso considera-se que a pressão está em um nível muito alto em todas elas. O índice é mais alto na comunidade (13,4) e a pontuação para violência está na pontuação máxima possível (16,7), a mesma comparada ao ano anterior.

A perseguição aos cristãos tem sido estável, porém se mantém em um nível muito alto, com os níveis mais altos nos períodos de análise de 2019 e 2020. A comunidade tem marcado 13 pontos ou mais. Embora as diferenças sejam limitadas, principalmente entre comunidade, nação e igreja, o que é um reflexo de que a perseguição aconteça em comunidades locais onde atores não estatais têm um papel-chave.

A média de pressão tem sido consistentemente muito alta, marcando acima de 12 nos últimos cinco anos, chegando a 12,7 nos dois últimos períodos. A pontuação da violência no mesmo período está muito estável, porém com nível extremo, visando cristãos. Nos últimos três anos o país teve pontuação máxima em violência.

A perseguição para homens e mulheres
Meninas e mulheres com frequência são sequestradas e sujeitas a assédio e violência sexual. Essa tem sido uma prática comum de grupos radicais islâmicos, como Boko Haram e pastores de cabra fulanis. Muitas são forçadas a se casar com não cristãos. O fato de no país existir leis que permitem casamento de menores em alguns estados, assim como a existência de normas culturais e religiosas que desencorajam meninas a irem à escola, apenas contribuem para o problema.

A perseguição de mulheres e meninas tem um efeito negativo nas igrejas e famílias cristãs. Além das grandes consequências emocionais e o custo social de tal perseguição, em algumas comunidades, onde viúvas são as provedoras da família, isso também afeta o bem-estar econômico da comunidade.

Já homens e garotos cristãos são alvos com frequência, especialmente no nordeste do país, onde o Boko Haram atua. Muitos são atacados, sequestrados e forçados a se unir a grupos militantes. Tais ataques têm efeitos devastadores nas igrejas e famílias cristãs.

Pedidos de oração

  • Ore para que os cristãos não sejam desencorajados, mas tenham a graça de continuar servindo a Deus, apesar da perseguição, e sejam cheios de esperança.
  • Peça que eles não sejam tentados a desistir da fé em busca de uma vida mais fácil.
  • Interceda para que o governo faça todo o possível para proteger as comunidades contra violências futuras.

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE