A viúva Tabitha Bot morre na Nigéria

A cristã encorajou centenas de mulheres por meio da Bíblia e do testemunho de vida

Além de trabalhar para moldar o caráter de Cristo através do sofrimento, Deus também capacita os que foram feridos para levar o mesmo consolo que receberam até outros que passam por situações semelhantes. Tabitha Bot foi uma das irmãs que encorajava outras viúvas na Nigéria. O marido dela, o pastor Musa Bot, foi assassinado em setembro de 2001, então a cristã ficou com a responsabilidade de cuidar sozinha dos quatro filhos. Porém, ela foi uma das beneficiárias do programa de apoio às mulheres que perderam os esposos por causa de Jesus.  

A Portas Abertas lamenta anunciar o falecimento, no dia 5 de fevereiro, desta irmã tão preciosa no projeto de apoio às viúvas no país, que ocupa a 12ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2020. A causa da morte foi complicação de saúde relacionada a diabetes e a problemas cardíacos. Apesar de conviver com as enfermidades, Tabitha abraçava a missão de levar esperança por onde passava. Ela já foi testemunha do agir de Deus em vários eventos da Portas Abertas, até mesmo em países como Alemanha e Holanda.

Durante uma das visitas às igrejas, a irmã compartilhou: “Vendo uma multidão enorme na reunião, fiquei feliz por saber que as pessoas estão interessadas em minha história, e me senti encorajada ao ver os sorrisos e lágrimas em alguns rostos. Isso me deu garantia de que elas se importam. Desde que voltei, decidi ser uma encorajadora. Eu vou de casa em casa em minha vizinhança visitando colegas viúvas, orando, lendo a Bíblia e incentivando-as, com minha própria história, a continuarem firmes”.

Tabitha foi capa da Revista Portas Abertas na edição de março de 2018, juntamente com Damaris Atsen. Ambas voltaram para os braços de Deus e deixaram saudades a todos que conviveram com elas. O diretor do trabalho da Portas Abertas na África Ocidental conta que caminhou junto com Tabitha durante os momentos de enfermidade e está assistindo os parentes dela neste momento. “Nós a apoiamos o máximo que pudemos, mas damos glória a Deus porque ela foi descansar. Muitas das nossas viúvas estão visitando a família e prestando condolências. Por favor, coloque a família Bot na oração de vocês”, completa.

Pedidos de oração