Al Qaeda mata trabalhador cristão

O corpo do cristão iraquiano morto por membros da Al Qaeda foi encontrado com marcas de tortura e mutilação

| 10/06/2011 - 00:00

Cristão iraquiano é sequestrado, torturado e assassinado pela Al Qaeda

Cristão iraquiano é sequestrado, torturado e assassinado pela Al Qaeda


Um pastor de Kirkuk, no Iraque, disse que fontes próximas ao cristão que foi sequestrado, torturado e assassinado pela Al Qaeda no fim de semana disseram que os criminosos pressionaram a empresa em que o cristão trabalhava para despedi-lo, por causa de sua crença em Cristo.

O corpo do cristão Ashur Issa Yaqub foi encontrado na segunda-feira (16 de maio), com marcas de tortura e mutilação. Ele estava trabalhando em construção civil na cidade de Kirkuk e membros da Al Qaeda tinham exigido 100 mil dólares pela sua libertação.

 “Parece que o empreiteiro que contratou Ashur se recusou a demiti-lo, mesmo sendo pressionado”, disse o pastor, que pediu anonimato. “Por esse motivo, os sequestradores levaram Ashur e, infelizmente, o mataram.”

A patrulha da polícia encontrou o corpo de Ashur com a cabeça cortada, quase decepada. Ashur tinha 29 anos, mulher e três crianças. O arcebispo Louis Sako disse à Compass, por telefone, que ficou chocado ao receber a notícia da morte de Ashur. Apesar de perceber que o assassinato foi extremamente violento, ele disse que os criminosos viram a situação como uma grande oportunidade de ganhar dinheiro.

O corpo de Ashur tinha marcas de mordidas de cachorro e tortura, seus braços e pernas tinham marcas de cordas e suas roupas estavam cobertas de sangue. Seus olhos foram arrancados, as orelhas foram cortadas e seu rosto estava deformado.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE