Alvaro volta para Samarinda após tratamento na Malásia

O tratamento do menino, que foi vítima de bombardeio em igreja da Indonésia, terá pausa de 2 a 3 anos por recomendação médica

| 22/02/2019 - 00:00

O pequeno Alvaro, da Indonésia, conta com suas orações por sua completa recuperação

O pequeno Alvaro, da Indonésia, conta com suas orações por sua completa recuperação


O pequeno Alvaro Sinaga, de 5 anos e meio, é um dos sobreviventes do bombardeio a uma igreja de Samarinda, na Indonésia, em novembro de 2016. No bombardeio, várias crianças ficaram feridas e uma veio a falecer. No dia 1 de fevereiro de 2018, ele começou o tratamento em Kuala Lumpur, capital da Malásia. Embora a família não tivesse meios de pagar o tratamento, eles decidiram levá-lo para a Malásia porque na cidade deles o processo estava muito lento.

Os pais de Alvaro creram que Deus proveria o necessário e assim o fez. Com o apoio financeiro da Portas Abertas, do governo e de outros cristãos que ouviram sua história, eles puderam dar o tratamento ao filho. Em dezembro de 2018, o médico liberou Alvaro para voltar para Samarinda, embora ele ainda não tenha se recuperado totalmente. A mãe de Alvaro, Novita Sagala, explica: “Nem em todas as partes do couro cabeludo começou a crescer cabelo ainda e o lado direito do rosto ainda precisa de outras cirurgias. Ele não consegue esticar o dedo indicador da mão direita. Ele mexe os dedos facilmente, mas ainda não consegue segurar nada fortemente. Mas agora, graças a Deus, ele consegue segurar uma caneta”.

Um dia Alvaro perguntou para a mãe: “Mas então quando é que minha cabeça, rosto e mão direita vão voltar ao normal como do lado esquerdo?”. “Isso partiu meu coração, mas eu tenho que ser forte e colocar um sorriso no rosto na frente dele. Então eu disse: ‘não hoje, mas o médico disse que eles vão examinar de novo, eu prometo’. Eu não queria que ele se sentisse inseguro”, compartilha Novita.

Alvaro é conhecido no hospital por ser um menino forte, alegre e corajoso, apesar de ter passado por cirurgia após cirurgia. Mas o médico decidiu parar o tratamento, dizendo aos pais: “Eu sei que ele é um menino muito forte, mas tomar tanta anestesia tão novo pode não ser bom a longo prazo”. Assim, eles vão esperar mais dois ou três anos para checar de novo e planejar as próximas cirurgias para arrumar o que ainda está faltando. Você pode saber mais sobre a saúde mental de Alvaro na segunda parte dessa história.

Pedidos de oração

  • Interceda pela total recuperação física e emocional de Alvaro.
  • Clame para que seus pais tenham força e paciência durante todo o tratamento que ainda será necessário.
  • Peça que Deus abra uma porta de emprego para o pai de Alvaro.

Leia mais
Crianças vítimas de bombardeio agradecem por encorajamento
Duas irmãs se recuperam de trauma em Samarinda
Nova audiência sobre bombardeio em igreja de Samarinda


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE