Amin Khaki ganha liberdade sob fiança

06_Amin_preso_Irã_2014_0260010387.jpg
Amin estava entre as oito pessoas presas em um piquenique em Shush no dia 5 de março de 2014. Os presos foram levados com os olhos vendados e interrogados durante horas por agentes de inteligência e de segurança armados. Embora a maioria tenha sido libertada logo após os interrogatórios, Hossein, Rahman e Amin permaneceram presos em Ahvaz.

Hossein e Rahman foram libertados sob fiança em dezembro, enquanto Amin ficou detido até o último sábado, 3 de janeiro, quando também foi libertado sob fiança.

Muitos cristãos no Irã continuam a enfrentar acusações graves e longos períodos de detenção unicamente por sua fé. Ao longo do período de Natal, 24 detenções foram registradas e, destas, 11 pessoas permanecem detidas.

Leia também
Cristãos são agredidos e torturados na prisão
Oito cristãos são presos e interrogados no Irã