Coreia do Norte: 70 anos de resistência

Apesar das celebrações pelo 70º aniversário, o regime é marcado por fome e perseguição aos cristãos

| 10/09/2018 - 00:00

Quebra-cabeça gigante do ?grande líder? formado por milhares de pessoas

Quebra-cabeça gigante do ?grande líder? formado por milhares de pessoas


Ontem, 09 de setembro, a Coreia do Norte completou 70 anos como nação. No entanto, a igreja subterrânea do país está longe das celebrações. Sua existência, porém, revela sua capacidade de resiliência – por 70 anos! Em 9 de setembro de 1948, Kim II-Sung proclamou o nascimento da República Popular Democrática da Coreia do Norte e se tornou seu líder. Isto marcou o começo de 70 anos de perseguição à igreja. Mas os cristãos seguem firmes.

Em um país completamente fechado, ninguém é livre. Não há espaço para a igreja. Contudo, Bíblias ocultas, canções não escritas no papel, mas na memória, mensagens transmitidas por fragmentos às prisões, reuniões secretas é o que marca a realidade da igreja norte-coreana, que está constantemente sob vigilância. Apesar disso, quatro gerações de cristãos já atravessaram a repressão do regime. Consequências como ser enviados a campos de trabalhos forçados, prisões ou morte não conseguiram sufocar a fé dos cerca de 300 mil cristãos do país.

Seu envolvimento os ajuda a perseverar
Diante das celebrações do feriado nacional, que faz o povo esquecer do cotidiano, um de nossos contatos na região diz: “Eles enfrentam corrupção e impostos generalizados. O pior é a falta de comida, especialmente no inverno. Sem higiene e sem aquecimento, as pessoas ficam doentes e muitos morrem”. A Portas Abertas ajuda os refugiados cristãos norte-coreanos e hoje apoiamos cerca de 60 mil deles com alimentos, remédios e roupas. Através das contribuições de nossos parceiros, podemos fazer nossos irmãos sentirem que não estão sozinhos. “Você não conhece a fome, mas Deus abriu seu coração e abriu portas para ajudá-los. Muito obrigado”, disse um deles.

Pedidos de oração

  • Agradeça a Deus pela igreja subterrânea que está viva e persevera na Coreia do Norte.
  • Ore para que o evangelho alcance a muitos no país.
  • Clame para que Deus incline o coração do líder atual, Kim Jong-un, à sua vontade.

Leia também
Quando a semente cai em terra fértil
Direitos humanos só em palavras
Cristãos norte-coreanos avaliam encontro de presidentes


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE