Correspondente colombiana chega ao Brasil na próxima semana

| 21/10/2016 - 00:00


mariana-correspondente-internacional-america-latina

Entre outubro e novembro, Mariana, uma cristã perseguida da Colômbia, vai testemunhar sobre os desafios enfrentados pela igreja em seu país. A intolerância religiosa tem sido cada vez mais visível aos olhos dos cristãos colombianos. Celebrações religiosas têm sido canceladas, orações em escolas públicas foram proibidas e, recentemente, um membro do Parlamento Cristão foi expulso de seu partido por defender ideias bíblicas em relação à família.

Muitas instituições educacionais, creches e orfanatos fecharam suas portas por não aceitarem a imposição do governo em alterar seus currículos pedagógicos para incluir a ideologia de gênero, por exemplo, entre outros acréscimos. Líderes cristãos apontam para a violação da liberdade religiosa na Colômbia. Fora tudo isso, os fieis ainda enfrentam uma verdadeira batalha com os narcotraficantes.

A situação da igreja na Colômbia é preocupante. As áreas rurais são as mais afetadas, com a presença de grupos guerrilheiros e de narcotráfico que recrutam crianças e jovens para atuar entre eles. Nessas regiões, também há muitas questões relacionadas com as tridições tribais, onde muitas famílias cristãs já foram expulsas por não praticarem mais os antigos rituais. Você terá oportunidade de conhecer detalhes sobre essa realidade. Mariana visitará igrejas em Paraíba e São Paulo, e seus testemunhos vão ajudar na conscientização dos brasileiros em relação à Igreja Perseguida. Para mais informações consulte a agenda da Portas Abertas.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Leia também
Testemunhos de cristãos perseguidos podem mudar a sua vida
Cristã colombiana vem ao Brasil dar seu testemunho


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE