Crescimento e provisão na perseguição

A cristã Komal, do Nepal, foi ajudada pela Portas Abertas e, mesmo sendo isolada da família e comunidade, hoje consegue sustentar a família

| 27/09/2019 - 16:30

Com a ajuda da Portas Abertas, Komal abriu um pequeno negócio, através do qual sustenta os quatro filhos, e se mantém firme em Jesus

Com a ajuda da Portas Abertas, Komal abriu um pequeno negócio, através do qual sustenta os quatro filhos, e se mantém firme em Jesus


Ontem começamos a contar a história de Komal, cristã do Nepal, que ficou viúva e enfrentou muita perseguição por seguir a Cristo. Na mesma época em que o marido de Komal faleceu, ela começou a ter um problema nos olhos, que ficavam irritados e lacrimejando o tempo todo. Ela tentou alguns tratamentos, mas não melhorou.

Ela conta: “Eu fiquei com tanto medo de perder a visão. Até que um dia eu orei e me comprometi com o Senhor de separar um tempo de estudo bíblico e oração se fosse curada. Desde aquele dia, comecei a ler a Bíblia mais e a passar mais tempo em oração. Depois de alguns dias, Deus ouviu minhas orações e meus olhos ficaram completamente curados. Minha fé cresceu e eu percebi ainda mais que nós nunca deveríamos deixar o Senhor, mesmo quando passamos pelos vales mais profundos de sofrimento. Apesar das minhas lutas, acreditei que Deus estava comigo e ainda respondia minhas orações. Mesmo sendo desprezada e afastada dos meus parentes, eu senti a presença de Deus em minha vida e somente pela força dele eu pude superar todas as dificuldades”.

Parceiros locais da Portas Abertas contataram Komal e a ajudaram a abrir um pequeno negócio para ganhar seu sustento. Com a loja, ela ganha mais do que trabalhando como diarista e é também menos cansativo fisicamente. Ela testemunha com um sorriso: “Depois que eu ganhei essa pequena loja, a vida ficou muito mais fácil para mim e minha família. Eu não tenho que mendigar por comida agora, pois tenho uma estabilidade financeira. Tenho alegria no coração e a fé no meu Deus aumentou”.

Os filhos de Komal estão envolvidos no ministério na igreja. A filha mais velha é responsável pela escola dominical. Ela compartilha: “Toda vez que fico para baixo por causa da marginalização e isolamento, que ainda continuam, minha filha ora por mim e me sinto fortalecida. Deus nunca me deixou. Mesmo quando andei no vale da sombra da morte, Deus estava comigo".

Komal continua lendo a Bíblia à noite e orando diariamente, além de participar dos cultos e reuniões de oração na igreja. Ela expressa sua gratidão aos parceiros da Portas Abertas: “Muito obrigada por me ajudar. Agora me tornei financeiramente independente para sustentar minha família e também estou crescendo espiritualmente em Cristo”.

Pedidos de oração

  • Agradeça a Deus pela ajuda que Komal recebeu através da Portas Abertas e ore para que ela continue se aprofundando na caminhada com Cristo.
  • Assim como Komal, muitos cristãos do Nepal são de vilarejos remotos e estão sujeitos a discriminação e isolamento. Clame por mais iniciativas de geração de emprego e novos empreendimentos.
  • Ore por todos os cristãos perseguidos no Nepal, para que fiquem firmes em meio à perseguição e recebam apoio da igreja local e da igreja livre.

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE