Cristão é agredido e ameaçado de morte

| 11/11/2016 - 00:00


11-marrocos-grupo-orando

Os cristãos marroquinos pedem oração por Mohammed Saeed Zao, um cristão que sobreviveu a uma tentativa de assassinato na primeira semana de novembro. Ele é bem conhecido por causa de sua atuação nos direitos dos cristãos, e tem sido destaque na mídia do país, em matérias que abordam o tema “liberdade religiosa”. Já era noite quando ele estava entrando em seu apartamento e foi surpreendido por um homem que segurava uma espada e tentou agredi-lo.

Mohammed conseguiu se proteger ficando atrás da porta de entrada e o agressor foi embora gritando e fazendo sérias ameaças. No dia 7, o cristão foi para a delegacia relatar o incidente à polícia, que se recusou a registrar um relatório, alegando que ele era um causador de problemas. A situação dos cristãos marroquinos é bastante delicada.

Recentemente, a liderança muçulmana declarou que pretende proteger as minorias religiosas no país. O governo é representado por mais de 250 líderes muçulmanos religiosos e chefes de Estado. Mas, parece que a intenção é manter as normas de segurança somente no papel, já que a ideologia muçulmana é o que se coloca em prática quando se trata de alguém que não segue o islamismo. Segundo um dos colaboradores da Portas Abertas “só um milagre resolveria a situação dos cristãos perseguidos”. Ore pela igreja em Marrocos.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Leia também
Líderes muçulmanos querem proteger minorias religiosas
Cristão marroquino é interrogado por 11 horas acerca de sua fé


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE