Cristão terá que cumprir pena de dez anos

Ele foi condenado por atividades missionárias e apelo da sentença não foi aceito

| 27/11/2017 - 00:00


homem-iraniano-sorrindo-no-parque

Um cristão ex-muçulmano do Irã teve pena de dez anos de prisão confirmada após perder o apelo judicial. Naser Navard Gol-Tapeh foi condenado em maio junto com três cristãos do Azerbaijão. Todos receberam uma pena de dez anos por atividades missionárias e ações contra a segurança nacional. 

Os quatro cristãos foram presos em junho de 2016, durante uma batida policial em uma festa de casamento em Teerã. Mas após quatro meses, foram liberados. Os três azerbaijanos tiveram, então, permissão para sair do Irã, e é provável que não necessitem voltar para cumprir a pena. Desde maio, 21 cristãos foram condenados a longos anos de prisão no Irã, de acordo com o grupo de advocacia Artigo18.

Ore pelo irmão Naser Navard Gol-Tapeh, para que não se abata diante da sentença que recebeu. Que sua fé no Senhor não seja abalada, ao contrário, que cresça e produza frutos no tempo em que estiver na prisão. Ore por força, serenidade e sabedoria. Peça por todos os cristãos iranianos, que não podem frequentar igrejas e têm que se reunir secretamente em igrejas domésticas.
 

Leia mais
Cristãos condenados à prisão tiveram audiência neste domingo

Leia também
Cristão ex-muçulmano é libertado da prisão
Nova proposta de lei: voto restrito a grupo religioso


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE