Cristãos convertidos são negligenciados em relatório da ONU

| 06/03/2015 - 00:00


06_Afeganistao_0250001158

""O que me arrasa é que as viúvas e os órfãos sofrem em dobro porque não perdem somente seus maridos e pais (na maioria dos casos as vítimas são homens), mas também sofrem porque seus sogros imediatamente começam a tratá-las mal, fazendo com que se sintam como um fardo. Além disso, não há qualquer menção abrangente de convertidos no relatório. O único ponto mencionado em um pequeno capítulo são ataques em locais islâmicos. Isto prova que grupos de convertidos estão fazendo um excelente trabalho vivendo de maneira clandestina. Porém, isto também indica que estão sendo negligenciados. Esta é uma das razões de a Portas Abertas orar por eles e os manter firmes através das orações"", afirma Daniel, analista da Portas Abertas voltado para a pesquisa sobre perseguição.

""Isso demonstra que o Afeganistão ainda tem um longo caminho a percorrer. É verdade que a capital, Cabul, é mais segura do que outras partes do país, embora alguns ataques também aconteçam por lá. Para nossos irmãos e irmãs isso significa que ainda precisam manter-se escondidos, não somente por uma questão de segurança, mas também para evitar de se tornarem alvos de grupos radicais, ou o mais provável, alvos de suas próprias famílias,"" finaliza Daniel.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE