Cristãos na Indonésia são assistidos após ataque terrorista

As vítimas se mudaram para uma região mais segura e receberão 13 novas casas ainda neste mês de março

Em 27 de novembro de 2020, aconteceu um ataque terrorista em Sigi, na Indonésia. Muitas famílias cristãs foram afetadas e, mesmo após três meses do incidente, os seguidores de Jesus lidam com as consequências. “Já se passaram três meses do pesadelo que todos querem esquecer. Muitas famílias perderam entes queridos e tiveram as vidas mudadas para sempre”, conta um parceiro local da Portas Abertas.

Quando a notícia do ataque se espalhou pela região, os colaboradores da instituição viajaram para estar com os irmãos e irmãs vítimas da intolerância religiosa. Além das visitas e orações, os parceiros também forneceram apoio financeiro para auxiliar os cristãos a se mudarem para uma área mais segura na região. Nesse novo local, estão sendo construídas treze novas casas, previstas para serem concluídas ainda neste mês de março.

Um terreno também havia sido comprado para a construção da igreja do Exército da Salvação, e o trabalho começará logo após o término dos projetos habitacionais. O major Erik A. Kape, comandante da divisão do Exército da Salvação de East Palu, compartilha que o plano é ter a igreja pronta até julho deste ano. “Somos muito gratos pelo apoio de todos os cristãos ao redor do mundo, principalmente dos parceiros da Portas Abertas, que têm ajudado generosamente nossos irmãos e irmãs aqui. Eles estão indo bem e continuam vivendo suas vidas agora. Um deles até se casou”, conta o major.

Os parceiros locais também estão se preparando para os seminários de formação de professores para o curso Permanecendo Firmes Através da Tempestade e Escola Dominical também neste mês. Esses treinamentos são em colaboração com as igrejas e organizações cristãs em Palu e arredores. Esse incidente de Sigi não foi o primeiro ato terrorista em Sulawesi Central. Por isso, a ameaça de mais incidências persiste. Portanto, há uma grande necessidade de equipar igrejas locais e cristãos em Palu para estarem preparados para a perseguição. 

Empoderamento social para cristãos

Além dos cristãos indonésios, muitos cristãos etíopes também foram vítimas de ataques radicais e são assistidos nas principais necessidades. Por meio de sua contribuição, cristãos na Etiópia são ajudados pela Portas Abertas, recebendo treinamento bíblico sobre economia e sendo estimulados a reconhecer as próprias habilidades vocacionais e incentivados a trabalhar para gerar a própria renda.