Depois de 36 anos, país terá o Congresso do partido RPDC

| 02/05/2016 - 00:00


02_CoreiadoNorte_0360100012.jpg

A Coreia do Norte anunciou que foi bem-sucedida a campanha de 70 dias de trabalho, criada com o objetivo de preparar o 7º Congresso do Partido RPDC (República Popular Democrática do Norte), que acontecerá nesse mês de maio. De acordo com informações da agência de notícias Reuters, o último encontro do partido aconteceu há 36 anos, então é uma ocasião especial para o país.

""Esse evento é histórico para a Coreia do Norte e a população aguarda o pronunciamento de mudanças, principalmente no setor econômico. Os militares terão uma atenção especial por parte do governo, mas só saberemos realmente o conteúdo desse congresso quando ele acontecer. Uma coisa é certa, os cristãos continuarão a ser vistos com hostilidade e o país vai continuar perseguindo aqueles que insistem em seguir os passos de Jesus Cristo. Sabemos que essa situação não vai mudar"", comenta um dos analistas de perseguição.

A Coreia do Norte tem um dos piores históricos do mundo e se tornou o maior exemplo de um país governado pela paranoia ditatorial, se aproveitando para dar sentenças injustas e exageradas, além de condenações por motivos que a comunidade internacional considera banais. Mas o resultado que eles esperam ao sufocar o cristianismo é completamente frustrado, já que quanto mais perseguição maior o número de cristãos norte-coreanos. Enquanto o governo espera extinguir a religião, o que ele consegue é uma igreja cada vez mais forte e unida. Em suas orações, continue intercedendo pelos nossos irmãos.

Leia também
Doutrinação ideológica sufoca o cristianismo
Coreia do Norte condena cristão à prisão perpétua
Estudante americano e cristão é condenado por 15 anos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE