Desafios entre os cristãos tibetanos

| 30/01/2017 - 00:00


30-china-mulher-triste
Foto Ilustrativa

A China é o 39º país na atual Lista Mundial da Perseguição. A partir de 1949, o país aderiu ao comunismo como regime político-econômico e no ano seguinte, incorporou ao seu território o Tibete, oferecendo a partir daquele momento uma autonomia controlada. Os habitantes do Tibete, um território que fica a sudoeste da China, eram adeptos da religião budista.

Há inúmeros desafios para a igreja nessa região. Um deles é manter o casamento. Na cultura tibetana, ser fiel no casamento não é algo necessário, por isso, há alguns cristãos cometendo adultério e se afastando da doutrina bíblica. O que entristece muitos os líderes cristãos que lutam para ensinar a verdade segundo a Bíblia para eles.

Outro desafio é enfrentar a pressão da família quando se toma a decisão de seguir a Cristo. Dukas*, por exemplo, ainda não conseguiu tirar as fotos de Buda das paredes de seu quarto. “Meus pais ficariam muito chateados se me vissem rasgar as ilustrações budistas. Mas eu sei que Jesus é o único caminho e que só existe um Deus, porém eu preciso aguardar pelo momento certo para fazer isso”, conclui o cristão.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Pedidos de oração

  • Ore para que os cristãos tibetanos cresçam na fé e no conhecimento.
  • Interceda por eles nesses momentos difíceis e peça ao Senhor para que sejam corajosos na hora de tomar decisões. Que eles se lembrem do que a Bíblia nos ensina.
  • Peça pelos líderes cristãos. Clame por coragem, ousadia e perseverança para eles que enfrentam sérios desafios em um cenário delicado.

Leia também
Cristianismo é visto como “valor ocidental”
Cristã ex-muçulmana mostra um ‘novo caminho’ na China


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco