Eleições na Indonésia acontecem hoje

Indonésios devem escolher seus novos representantes para cargos presidencial e legislativos

No começo deste ano, houve um aumento nos incidentes de intolerância religiosa com a aproximação das eleições. Esses incidentes variam de vandalismo de túmulos cristãos, exigência para o fechamento de igrejas, até proibição das comunidades de celebrar o Natal em lugares públicos. As eleições – presidencial e legislativas – estão agendadas para hoje (17). Os candidatos que concorrem à presidência são o atual presidente, Joko Widodo, e Prawobo Subianto, antigo genro do líder de longa data da Indonésia, Suharto.

“Em minha opinião honesta, os dois candidatos não vão fazer a vida dos cristãos melhor. Jowoki tem um histórico ruim em proteger o direito das minorias. As pessoas dizem que provavelmente seja porque ele foca muito mais em questões de desenvolvimento”, disse uma funcionária da Portas Abertas. Ela também compartilhou que Prabowo, o outro candidato, embora venha de um contexto cristão, se converteu ao islamismo e é apoiado por grupos radicais muçulmanos.

Há uma campanha para abstenções. Pessoas que estão desapontadas com o atual governo têm criado várias propagandas e vídeos para encorajar as pessoas a não votar. O jornal The Guardian também relatou: “o processo de voto é mais gigantesco e complicado que o normal, com eleições presidenciais e parlamentares ocorrendo no mesmo dia pela primeira vez. Isso significa que nas 809.500 seções eleitorais, eleitores indonésios escolherão entre mais de 250 mil candidatos para 20.538 assentos legislativos em cinco níveis de governo em um período de apenas seis horas”.

Pedidos de oração

Leia também
Casal é condenado por envolvimento em ataques na Indonésia
Estudante cristão é preso por blasfêmia na Indonésia
Alvaro está mais autoconfiante