Equipe leva ajuda aos refugiados rohingya em Bangladesh

| 05/10/2017 - 00:00


05-bangladesh-equipe-leva-ajuda-aos-refugiados-rohingya-em-bangladesh

Nas últimas semanas, pelo menos 430 mil rohingya fugiram de Mianmar para Bangladesh. Cerca de 60% dos refugiados são crianças e 80% apresenta febre e doenças transmitidas pela água. Eles enfrentam grande necessidade de comida e medicamentos. Alguns estão vivendo às margens das estradas enquanto outros fizeram barracas improvisadas, que mal os abrigam das chuvas e tempestades.

 

Uma equipe da Portas Abertas foi até eles para levar ajuda. Um dos nossos parceiros reporta: “Quando estávamos lá, choveu muito e muitas áreas ficaram inundadas com mais de meio metro de água. Foi difícil levar o material até o acampamento, porque estava muito cheio de lama”. Eles enfrentaram alguns problemas com as autoridades, mas tudo foi resolvido amigavelmente. Puderam, então, distribuir arroz, lentilha, sal, óleo, batata, roupas e plástico (para servir de cobertura para as barracas).

 

Mil famílias foram atendidas. Entre elas estava Johura Khatun, que chorava alto, pedindo comida. Depois de receber as provisões, ela disse: “Eu não sei quantos dias vamos sobreviver desse jeito, mas sua ajuda significou muito”. Outro refugiado, chamado Yunus, também agradeceu: “Muito obrigado por sua ajuda. Eu estava muito angustiado por não ter comida para alimentar meus filhos. Que Allah os abençoe”.

 

Os rohingya são uma minoria muçulmana e considerados um dos povos mais perseguidos em todo o mundo, segundo as Nações Unidas. A perseguição é orquestrada pelo extremismo budista.

 

Motivos de oração:

  • Agradeça a Deus por sua direção e proteção sobre a equipe na distribuição das provisões.
  • Ore para que o governo providencie um lugar apropriado para os refugiados, de modo que eles não precisem ficar espalhados por todo o país, vivendo sob péssimas condições.
  • Peça que Deus levante mais organizações humanitárias para levar ajuda, porque o número de refugiados é muito grande.
  • Interceda para que a ONU e nações poderosas negociem um acordo com todas as partes envolvidas para pôr um fim nesta crise. 

Leia também

Conflito entre minorias cresce em Mianmar

Mais de 58 mil Rohingyas fogem para Bangladesh


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE