#EspecialDeNatal: Mais um Natal em Bagdá

| 26/12/2015 - 00:00


26-iraque-0260102173

Para cristãos do mundo todo é tempo de celebrar o nascimento do Salvador. O mesmo acontece em Bagdá, no Iraque, mas com uma grande diferença: eles não podem comemorar o Natal livremente, caso contrário, em vez de festa, eles teriam muitos ataques. Tudo o que eles fizerem para divulgar a data, poderá ser motivo de provocação contra o governo.

Embora eles tenham árvores enfeitadas, isso também é muito limitado, nem todos os locais permitem. Os estudantes também não têm o dia de folga na escola. ""Em casa, nós preparamos uma receita especial de cordeiro e alguns biscoitos tradicionais, compramos roupas novas e nos reunimos com parentes e amigos, mas a situação está ficando tão ruim, que até isso, que é o mínimo, não estamos conseguindo fazer"", diz Tariq*, um líder cristão e pesquisador local.

Os iraquianos evitam ir à igreja nesta época com medo de serem atacados. ""Contudo, o mais importante é que sentimos a presença de Deus em todos os dias, não só no Natal. Jesus está sempre nos acalentando com seu amor. Nós podemos ter muitas limitações, mas nós sentimos a presença de Jesus em nosso meio e estamos vivendo experiências espirituais incríveis"", conclui Tariq.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Pedidos de oração

  • Nesse Natal, lembre-se de orar pelos cristãos iraquianos, para que sejam protegidos por Deus enquanto comemoram o nascimento do Salvador.
  • Peça também para que eles sejam consolados nesse momento de guerra que o país está enfrentando.
  • Ore pela situação financeira deles, que está cada vez pior e peça para que Deus sempre envie o necessário para a sobrevivência de milhares famílias cristãs.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE