“Eu cheguei à conclusão de que Jesus é o caminho”

Conheça a história de Omar, um cristão que enfrenta perseguição familiar e da comunidade após se converter

| 30/07/2018 - 00:00

Omar ouviu sobre Jesus e conhecendo bem o alcorão, decidiu ler mais sobre Cristo

Omar ouviu sobre Jesus e conhecendo bem o alcorão, decidiu ler mais sobre Cristo


Omar, de 31 anos, era um professor de alcorão no extremo norte de Camarões. Desde que decidiu seguir a Jesus, no início de abril, ele tem enfrentado dura perseguição. Ele ouviu a mensagem de Jesus e, por conhecer bem o alcorão, decidiu ler mais sobre Cristo. “Eu cheguei à conclusão de que Jesus é o caminho”, conta. Ele compartilhou o que tinha descoberto com a esposa, que aceitou bem o fato.

No dia seguinte, os alunos do alcorão chegaram para a aula e Omar tentou transferi-los para outro grupo na mesma vizinhança. Como os garotos eram próximos do professor, ao descobrirem, começaram a chorar. Com isso, os pais quiseram saber o que estava acontecendo. Foi quando Omar contou que tinha descoberto a verdade sobre Jesus e que queria segui-lo. Uma multidão começou a aparecer em sua casa. Um tio de Omar, que havia crescido com ele, apareceu e começou a pressioná-lo para deixar a comunidade, se negando a ouvir o que acontecera.

Enquanto Omar saiu para ir ao mercado, sua esposa ligou dizendo que o tio tinha colocado fogo nas duas cabanas em que moravam. Omar ficou devastado e resolveu revidar. Comprou combustível e fósforos para incendiar a casa do tio. “Mas então alguma coisa me deteve. Eu não sei o que. Decidi ligar para o pastor e pedir seu conselho. Ele me disse para não pagar o mal com o mal”, explicou. Ele escolheu não fazer nada e passou alguns dias na casa de um amigo cristão.

Decidiu então levar a família para a vila do pai, que não era praticante do islamismo, esperando ficar em segurança. Porém um dia, ao voltar para casa, a esposa e os três filhos não estavam lá. Ao questionar o pai, ele disse não ser responsável por Omar e sua família. Omar ficou sem saber o que fazer. Depois descobriu que um tio tinha dado conselhos ao pai e levado sua esposa e filhos. Omar tem buscado refúgio com pastores da região, mas enfrenta muita pressão, pois a orientação é que se alguém o encontrar deve puni-lo por deixar o islã.

Pedidos de oração

  • Neste Dia Internacional da Amizade, apresente a vida de Omar, que perdeu tantas pessoas que considerava amigas apenas por se render a Jesus. Que ele possa confiar no melhor amigo que pode ter, Cristo.
  • Ore para que o Senhor o proteja e encoraje durante esses dias de dificuldade. Peça que ele seja discipulado e continua fortalecendo a fé.
  • Interceda para que ele possa encontrar uma forma de sobrevivência e que esteja reunido com a família em breve. Peça que toda a família tenha um encontro com Jesus.

Leia também
Cristã ex-muçulmana perseguida por sua fé
A alegria de poder ler e escrever
Boko Haram ataca mais duas aldeias no norte de Camarões


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE