Exército nigeriano deixa líder do Boko Haram escapar

Ao tomar o principal acampamento dos jihadistas na floresta Sambisa, exército recua e terrorista consegue fugir

| 26/02/2018 - 00:00

Recompensa por Abubakar Shekau chega a sete milhões

Recompensa por Abubakar Shekau chega a sete milhões


O mais procurado líder do grupo radical islâmico Boko Haram foi deixado livre quando o exército tomou o principal acampamento dos militantes na floresta Sambisa. Tal fato ocorreu no começo deste mês, no nordeste da Nigéria, conforme revelou a rede de TV britânica BBC. Abubakar Shekau foi designado como terrorista pelo governo norte-americano. O exército ofereceu um prêmio equivalente a 8 mil dólares (cerca de 26 mil reais) por sua captura. O governo dos Estados Unidos também ofereceu um prêmio de 7 milhões de dólares (quase 23 milhões de reais) por informação sobre seu paradeiro.

No entanto, em recente operação, os soldados estavam muito próximos da floresta Sambisa quando receberam a ordem de parar e foram obrigados a se retirar, uma testemunha que trabalha com o exército da Nigéria contou à BBC. Assim, permitiram que Shekau escapasse de seu esconderijo. Na fuga, ele deixou para trás seu boné, notebook, jaqueta e uma pistola, disse a testemunha. “Eles simplesmente fugiram. Eu os vi a olho vivo”, completa.

O exército da Nigéria já anunciou várias vezes que havia prendido, matado ou ferido Shekau. O presidente Muhammadu Buhari também já declarou várias vezes que o Boko Haram estava tecnicamente derrotado. Mas de acordo com um comandante do Boko Haram que desertou logo após a invasão da floresta, os militantes “ainda estão armados, mas muito do que dizem é propaganda”.

Fonte: BBC

Leia também
Mais 7 mortos em ataques de pastores de cabras fulanis
Boko Haram invade internato
 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE