Família birmanesa é rejeitada por ser cristã

Apesar da perseguição, Tun e a família foram fortalecidos com ajuda de treinamento da Portas Abertas

| 19/04/2018 - 00:00


Tun é um cristão birmanês que pertence à tribo Chin, uma pequena tribo que também é a maior comunidade cristã em Mianmar. Ele deixou a cidade natal no estado de Chin para servir a Deus em outro estado, em uma aldeia de maioria budista. "As pessoas olham para nós, cristãos, como forasteiros", disse ele a Portas Abertas.

Segundo Tun, a vizinhança não cristã diz que eles possuem um “vírus duplo C”, são Chin e cristãos. “A verdade é que as tribos maiores querem tirar nossa identidade. Eles querem que falemos o idioma deles e tenhamos a fé a religião deles”, diz o cristão.

“Em novembro de 2008, participei do treinamento da Portas Abertas Permanecendo Firme Através da Tempestade (PFAT) pela primeira vez. E o que aprendi sobre Jesus realmente tocou meu coração e mudou minha maneira de pensar. Antes do PFAT, eu era um cristão nominal. Lá, aprendi mais sobre a vida de Jesus e tudo mudou. Eu me tornei mais próximo do Senhor”.

Segundo Tun, apesar de não ter vivido violência física, ele e a família experimentaram a perseguição de forma indireta. “Aqui, porque somos Chin e cristãos, mesmo se nos juntarmos ao exército para lutarmos lado a lado, seremos separados dos outros. Não temos direito a nada, estamos sempre em segundo ou terceiro lugar”, complementa.

Apesar disso, o pastor Tun prepara a família e igreja para orar intensamente, permanecer forte e perseverar para quando a perseguição vier. “Eu preciso preparar minha família também, minha esposa, filha, filho e pais. Eu digo a eles: "Caso eu seja colocado na prisão, ou se eu morrer, não fiquem surpresos, vocês devem perseverar e manter a fé. O Senhor fará a parte dele, nós faremos a nossa”.

Pedidos de Oração

  • Coloque diante de Deus a vida de Tun e dos familiares para que eles possam ser fortalecidos a cada dia e cresçam na fé.
  • Ore para que, apesar da perseguição, eles consigam ser sal e luz na comunidade onde vivem e mais pessoas conheçam a Cristo.
  • Ore pela Igreja Perseguida em Mianmar, país que em 2018 está na 24ª posição da Lista Mundial da Perseguição.

Leia também
Como um pastor alcançou uma aldeia para Cristo
Nacionalismo extremista é fonte de perseguição
Cristãos são afligidos em meios a contínuos conflitos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE