Natal: o momento oportuno para agradecer o Senhor

– Pastor, venha nos visitar no dia 25 de dezembro. Os membros de nossa igreja estarão agradecendo pelas bênçãos deste ano, apesar da perseguição das guerrilhas.

Vamos nos deslocar para outro lugar, para que as guerrilhas não nos incomodem. Teremos carne assada e aproveitaremos a oportunidade para orar juntos.

Você também está convidado para o jejum de 1° de janeiro, para dedicarmos o Novo Ano ao Senhor Deus –, disse Hermes Mondragón, convidando o coordenador regional de Portas Abertas para as comemorações natalinas.

Hermes é pastor da igreja Movimento Missionário Mundial da vila de Nueva Tolima, na zona rural de Guaviare.

Na época do Natal, os cristãos das áreas urbanas planejam encontros em suas igrejas, com música e atividades. Na zona rural, onde a Igreja é perseguida, tudo é feito de modo diferente e em segredo. O Natal é época de se reunir e celebrar, mas tudo tem de ser feito sem levantar suspeitas.

Por causa das restrições, alguns membros da igreja não podem se encontrar na mesma igreja por possivelmente vários meses. Eles aproveitam o Natal para estar juntos. Eles buscam maneiras de orar e ler a Bíblia juntos, em segredo.

Não existem árvores enfeitadas, pessoas vestidas de Papai Noel, nem presépios montados. Os pagãos costumavam celebrar o dia 25 de dezembro como um dia dedicado ao deus-Sol. Mas, agora, este dia é destinado às festividades natalinas e continua sendo uma data de confraternização.

Para os cristãos da zona rural da Colômbia, 25 de dezembro é uma ótima data para agradecer o Pai por ter enviado seu Filho ao mundo. Por ser um dia festivo, as guerrilhas consideram normal que as famílias estejam juntas. Portanto, os pastores cujas igrejas foram fechadas chamam os fiéis para se reunirem e agradecerem. Enquanto caminham ou viajam para os rios vizinhos e áreas isoladas, aproveitam para celebrar com músicas suaves e pequenos textos bíblicos ao longo do dia.

Igrejas como a de Nueva Tolima continuam a celebrar a vitória alcançada contra um inimigo que odeia o evangelho e os seus mensageiros. As guerrilhas têm repetidamente tentado atacar a igreja e evitar reuniões secretas. Mas, por várias vezes, Deus frustrou seus planos.

O pastor e os membros locais programaram freqüentes jejuns e grupos de oração nas casas “a fim de frustrar cada tentativa dos rebeldes para nos destruir”, disse o pastor Hermes. “Eles dizem que toda vez que oramos, o exército chega à comunidade e impede que eles façam o que tinham planejado. Temos visto muitas vezes o inimigo retroceder e queremos agradecer Deus por essas bênçãos.”

“Gostaríamos de estarmos juntos da noite do dia 24 ao amanhecer do dia 25, como de costume, mas você já deve saber que não temos permissão para isso”, acrescentou o pastor. Nas áreas urbanas da Colômbia o Natal é comemorado na noite de 24 de dezembro.

No dia 1° de janeiro, os cristãos dedicam planos e projetos do Novo Ano a Deus, orando juntos para que seus perseguidores mudem suas mentes e aceitem Cristo como Salvador.