Nômades descobrem suas próprias origens

| 08/08/2004 - 00:00


Enquanto viajava no deserto com seu pai muçulmano, Ruhullah percebeu que várias tendas nômades tinham uma decoração especial de três cruzes bem próximas. Ruhullah ficou perplexo com isto e pediu para que seu pai parasse a viajem. Eles visitaram a tribo e foram apresentados ao chefe.

"Por que você está usando estas três cruzes como decoração na sua tenda?", perguntou Ruhullah. O chefe respondeu, "Eu realmente não sei, mas é um costume de nossa tribo durante séculos e, por isso, nós seguimos os costumes de nossos ancestrais".

Então, Ruhullah, convertido ao cristianismo, olhou para o chefe e disse, "Eu posso lhe explicar. O topo da cruz é um símbolo para Deus Pai; a segunda cruz é para Deus Filho, Jesus Cristo; e a terceira cruz é para Deus Espírito Santo". O chefe olhou para ele e disse, "Inacreditável. Eu nunca escutei isto antes. Você sabe mais a respeito disto?".

Contudo, o pai de Ruhullah ficou impaciente quando ele começou a testificar sobre sua fé. "Eu não quero escutar esta conversa sobre cristianismo. Vamos voltar para o carro e prosseguir". O que ele pôde fazer? Ruhullah deixou que seu pai partisse e foi hospedado pela tribo por duas semanas. Trinta e oito membros da tribo entregaram suas vidas a Jesus. Depois disto, os nômades colocaram Ruhullah em um burro, que o levou a uma parada de ônibus e ele retornou para sua casa. Isto aconteceu há vários anos.

Ruhullah perguntava-se o que teria acontecido com aquelas 38 pessoas que haviam se convertido. Elas permaneceriam fiéis a Jesus Cristo? Elas lembrariam Seus ensinamentos mais importantes? Elas se desviariam ou misturariam totalmente as suas crenças e se tornariam algum tipo de seita herética? Ruhullah viajou por todo o país a procura de Bíblias para esta tribo. Ele encontrou dezessete cópias de três diferentes cristãos, que haviam recebido as Bíblias de Portas Abertas.

Os nômades seguem padrões de vida e se estabelecem em lugares específicos durante o ano. Então, após exatamente um ano, ele retornou à mesma região onde os havia encontrado pela primeira vez. Ele ficou cheio de alegria porque eles ainda estavam seguindo a Cristo. Ele pôde dar-lhes as Bíblias e ficar com eles por várias semanas.

Uma equipe de Portas Abertas recentemente encontrou-se com Ruhullah. Ele estava apaixonado pelo Senhor, apesar de ter perdido seu emprego após sua conversão. As marcas da tortura ainda são visíveis em sua vida.

Atualmente, Ruhullah distribui Bíblias, o filme Jesus e outros materiais providos por Portas Abertas. Ruhullah tem seu ministério de tempo integral e serve dez congregações domésticas. Através do seu ministério, 170 muçulmanos se converteram a Jesus.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE