Salvo por bons samaritanos

| 30/08/2004 - 00:00


Musa Barau*, 30 anos, nasceu numa família muçulmana e, conseqüentemente, era seguidor do islamismo. Entretanto, durante o mês de fevereiro, ele aceitou a Cristo como seu Senhor e Salvador pessoal. A conversão de Musa não foi em segredo, porque ele corajosamente compartilhou a Verdade com sua família, mas eles voltaram as costas para Musa e o consideraram uma complicação para todos.

A notícia da conversão de Musa e do estorvo que isso causou, encorajou os familiares a tentar eliminá-lo da família, não importa quão diabólico isso parecesse. Depois de muito pedir e suplicar, a família de Musa o prendeu em casa, enquanto eles foram dar a notícia a outros fundamentalistas de sua conversão e de sua recusa em voltar ao islamismo.

A comunidade islâmica enfurecida tocou fogo no quarto onde Musa estava preso mas, pela graça de Deus, ele conseguiu escapar do quarto em chamas e pulou o muro. A esposa de Musa e os filhos foram tirados dele enquanto ele corria para se refugiar no mato. Sozinho, Musa passou três dias escondido até encontrar um vilarejo cristão. Ele aproximou-se dos presbíteros de uma igreja que havia no vilarejo em busca de ajuda. Contou-lhes sua história e eles o matricularam num programa de discipulado, apresentado por Portas Abertas.

Numa tarde de março, após uma reunião de oração de meio da semana, Musa estava indo de volta para sua nova residência na comunidade cristã quando foi subitamente subjugado e seqüestrado por fundamentalistas que sabiam de sua conversão ao cristianismo. Os seqüestradores de Musa o forçaram a entrar num carro e o levaram a uma área deserta, ao longo da estrada principal. Ao chegarem, eles o arrancaram do veículo, agrediram-no, injetaram veneno nele e o abandonaram à morte.

Musa, inconsciente, jogado à beira da estrada, chamou a atenção dos que passavam. Algumas pessoas paravam para ver, outras vasculhavam seus bolsos à procura de uma indicação de sua identidade. De algum modo, alguém o reconheceu e o apontou como sendo membro da igreja local. O grupo de bons samaritanos o levou ao hospital, onde ele deu entrada imediatamente na UTI. Depois de uma semana de cuidados intensivos e tratamento médico, ele teve alta do hospital.

A sobrevivência de Musa foi um verdadeiro milagre! Sua saúde melhorou muito desde o ataque, e ele continua com seu curso de discipulado.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE