O milagre na vida de Meskele

“Waqeyo esniha ebisu (Deus te abençoe)”, disse a grata Meskele Dhaba em sua língua original. “Eu agradeço aos que ajudaram a mim e a minha família em oração e em tudo mais que precisamos.”

Em seu pequeno restaurante, Meskele, viúva do evangelista Michael e mãe de seis filhos, recebeu outra enorme caixa de cartas e cartões postais dos parceiros da Portas Abertas com grande gratidão e apreciação.

As crianças se divertiram principalmente com os desenhos e fotos. As paredes da nova casa estão decoradas com os presentes de encorajamento que a família recebeu nos últimos dois anos. Eles não sabem falar inglês, mas os líderes das igrejas locais ajudaram a traduzir partes das cartas. Mesmo não conseguindo ler em inglês, as cartas tocaram-na profundamente. Isso ajuda a lembrar que pessoas no mundo inteiro, os quais ela pode nunca conhecer, estão preocupados com ela e as crianças.

Outra alegria para Meskele foi a reunião de seu filho Petros com a família. Ele estava morando com seus avós desde a morte de seu pai. Miriam está muito feliz por seu irmão ter voltado para casa. Ela tem mais tempo para se dedicar aos estudos, pois ela e Petros se revezam para ajudar os irmãos menores com a lição de casa. As crianças estão muito ocupadas com as provas semestrais.

Apesar de não ser fácil, Meskele está se adaptando com a vida na cidade.

As aventuras empreendedoras de Meskele

A Portas Abertas Internacional tem acompanhado Meskele e seus filhos de perto, desde o assassinato de Michael em 11 de outubro de 2006. A família recebeu alimentos suficientes para dois meses, roupas, utensílios e outros. Quando Sena, a criança que Meskele esperava na época da morte de seu marido, nasceu, ela recebeu os medicamentos necessários. Em sete de setembro, a Portas Abertas Internacional alugou um caminhão para a família fazer a mudança para a nova casa, mais perto da escola.

Juntamente com a ajuda financeira na construção da casa de Meskele, a igreja local Mekane Yesus, assumiu a responsabilidade de encontrar uma acomodação temporária para a família. Enquanto isso, Meskele trabalhava em campos de colheita para sustentar seus filhos. A Portas Abertas Internacional apoiou Meskele, e ela comprou um boi para ajudar a lavrar a terra de sua fazenda.

Logo após sua casa ser terminada, Meskele abriu um restaurante para solucionar as necessidades financeiras de sua família. Entre seus clientes estão: os estudantes de teologia da Portas Abertas Internacional, que viajam de diversas partes da Etiópia para fazer o treinamento.

Meskele ainda teve outra iniciativa. Com a ajuda de sua igreja, ela está construindo quartos extras em sua casa para alugar. A Portas Abertas Internacional está feliz com essa atitude, pois isso irá assegurar a estabilidade financeira da família.
Ninguém que a conheceu antes imaginou que essa triste viúva se tornaria uma mulher de negócios confiante. Deus operou um milagre e a Portas Abertas Internacional louva ao Senhor pelo crescimento de Meskele.


A campanha de cartas realizada pela Portas Abertas Internacional terminou em dezembro, mas você pode continuar orando por bençãos na vida de nossa irmã.