Ministério promove reconciliação entre jovens israelenses e palestinos

| 27/02/2009 - 00:00


“Durante o conflito em Gaza, muitos de nossos participantes, israelenses e palestinos, se reuniram para orar” disse Salim J. Munayer, diretor do Musalaha Reconciliation Ministries (ministério de reconciliação Musalaha), que tem como objetivo unir os jovens de Israel e Palestina.

“Somos gratos a todos aqueles que atenderam nosso pedido de apoiar as vítimas em Gaza e no sul de Israel.”

“Fomos muito abençoados em ter parte na união de organizações e igrejas que desejavam socorrer as pessoas dessas comunidades, e assim, receber presentes preciosos em meio a uma crise financeira e confusão.”

“Sabemos que Deus é bom, e que para cada semente plantada Ele dá o crescimento. Pedimos que continuem orando por nós, pois a situação política no país é instável, há uma crise financeira mundial, e, também, orem pelas batalhas que temos que enfrentar diariamente em nossa vida pessoal.”

Munayer explica que a equipe do Musalaha está ocupada em uma das épocas mais agitadas do ano, preparando a conferência nacional de mulheres, o treinamento para líderes e o encontro de jovens na Galileia.

“Essas conferências e seminários são uma parte importante em nosso ministério, pois são a base para a comunicação, relacionamentos e um ponto de partida para o processo de reconciliação”, disse Munayer.

“Somos abençoados pelo programa com mulheres há muito tempo, e elas têm se envolvido no processo de reconciliação. Apesar de haver muita pressão em questões cruciais aos corações dessas mulheres, ele ainda querem avançar e cuidar desses problemas difíceis, mesmo que seja somente a um passo de cada vez”, diz.

“Um novo grupo está se formando, e há grande interesse na participação de mulheres israelenses e palestinas no processo de reconciliação. Também enviaremos 25 líderes de jovens, israelenses e palestinos, para a Jordânia, onde aprenderão como se tornar líderes eficazes e construir uma geração de reconciliadores.”

“Durante a Páscoa, o grupo de jovens israelenses e palestinos irá para a Galileia para um encontro. É importante que eles aprendam a conviver com aqueles do ‘lado oposto’, como irmãos e irmãs. O aspecto relacional da viagem é fundamental, e é algo que somente Deus pode tornar possível”, afirma Munayer.

Ore pelas mulheres que participarão da conferência, e pelos jovens que serão treinados e enviados. Peça ao Senhor que dê sabedoria e amor para que os israelenses e palestinos possam se relacionar, e assim iniciar o processo de reconciliação.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE