Trocando casas novas por salvação

| 14/04/2004 - 00:00


Eles vivem em sua maioria na parte norte do planalto central e no oeste de algumas províncias da costa, na parte centro-norte do Vietnã. A topografia é bem complicada. Existem algumas montanhas e a região é dividida por vários rios principais, que fluem para as planícies costeiras. Isso explica porque o transporte permanece difícil e, da mesma forma, é o a vida das pessoas que vivem ali.

Elas vivem em casas sobre palafitas , com o assoalho um metro acima do chão, cobertura e paredes feitas de folhas de palmeira presas por varas de bambu. A vida sempre foi precária para este povo, especialmente quando vêm as chuvas fortes e, mais ainda, quando há inundação depois dos temporais. Eles gostariam que suas casas fossem sempre mais firmes e fortes.

Em uma rara visita a este vilarejo tribal, as autoridades governamentais anunciaram o que para eles era um sonho há muito esperado. Eles deveriam receber ajuda do governo para moradia. Isso significava uma casa com cobertura, paredes e piso de ferro e concreto.

Entretanto, neste vilarejo, muitos eram cristãos. As autoridades estavam bem conscientes disso. Para receber a assistência do governo, as autoridades exigiram uma coisa dos cristãos: renunciar a fé. Foi pedido aos crentes que assinassem um documento onde eles diziam estar renunciando ao cristianismo.

A tentação foi grande demais para muitos deles. Noventa por cento dos cristãos deste vilarejo tribal negaram a Jesus para serem beneficiados com moradia. Foi um dia triste para eles. Mas o que eles podiam fazer? Era uma oferta única na vida. Suas famílias precisavam de um abrigo melhor, mais forte, diferente dos que onde eles vivem atualmente que está quase prestes a se desintegrar a qualquer momento.

Vários dias e semanas se passaram depois que eles assinaram e receberam o certificado para assistência de moradia. Eles não conseguiam encontrar paz no coração pela decisão tomada. A convicção do pecado veio sobre eles por negarem a Jesus e se arrependeram. Visitaram seus irmãos e irmãs no Senhor que moravam na vizinhança e falaram-lhes sobre o que o Senhor lhes colocara no coração.

Aqueles a quem eles falaram compartilharam a mesma convicção. Eles também se arrependeram. Então eles falaram a outros parentes e vizinhos. Logo, setenta por cento dos que renunciaram a fé voltaram-se para Deus novamente, abraçaram a fé e declararam ao governo que eram cristãos. Devolveram os benefícios ao governo e perderam as prometidas casas de concreto.

Os crentes voltaram para seus barracões de folhas de coqueiro de oito metros quadrados. Eles perderam suas casas aqui na terra, mas estão confiantes de que somente as trocaram por algo muito melhor que eles nunca podem imaginar ou esperar: uma mansão no céu, com muitos quartos, especialmente preparada para eles por Jesus na casa de Seu Pai.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE