A vida solitária de um evangelista

| 28/04/2004 - 00:00


Nossa equipe foi recebida calorosamente por três colaboradores no aeroporto regional. Tínhamos centenas de quilômetros a percorrer, por isso fomos levados às pressas para um furgão. A primeira parada daquele dia era a algumas horas, numa cidade em desenvolvimento na província de Yunnan, onde o Irmão John, um dos nossos três anfitriões, havia começado um programa evangelístico alguns meses antes.

À medida que o furgão vagava pelas sinuosas estradas montanhosas, foi-nos dado um rápido comentário sobre os povos minoritários que predominam nestas regiões. Passamos por muitos vilarejos dos Tai Mao e suas fazendas bem cultivadas; de vez em quanto passávamos por mulheres com as faixas típicas ao redor da cabeça e quase que parecendo um turbante, pretas para as mulheres mais velhas, e rosa ou de cores mais vivas para as mais jovens.

Não demorou muito para chegarmos à cidade L., com prédios de dois a três andares nitidamente alinhados às estradas principais. As pessoas deste lugar têm uma certa suspeita com relação a estrangeiros, orientou-nos o Irmão John, mas nós estaríamos seguros se ficássemos perto deles e nãos ofendêssemos as pessoas da cidade tirando fotos à vontade. (eles se recusam mesmo quando o pedido é feito educadamente). Depois de uma refeição rápida de macarrão local, seguimos nossos anfitriões para um prédio particular, três lances de escada, e nos encontramos no que pareceu ser a área de uma cozinha simples e um aposento modestamente mobiliado com uma pequena cômoda e duas camas de solteiro. Essa era a casa do Irmão John. Ele começou a compartilhar conosco o que é ser um evangelista nesta cidade.

Depois que me formei na escola bíblica, além da fronteira em Mianmar, comecei o trabalho de evangelização aqui em junho de 2003. Eu sou o único obreiro cristão nesta cidade de vinte a trinta mil habitantes. Eles são, em sua maioria, budistas. Este é um terreno duro. Depois de seis meses de semeadura, somente uma família veio ao Senhor.

Perdi muito do meu tempo andando por aí e tentando fazer amizade com as pessoas locais. Como vocês viram, eles não são muito amigáveis e nem abertos com pessoas de fora. Por isso eu preciso ganhar a confiança e a aceitação deles vagarosamente. Como homem solteiro, isso pode às vezes tornar difícil a mim penetrar no cenário familiar.

Além da evangelização aqui, também viajo para visitar e ministrar a outras famílias cristãs distantes, que vivem em áreas montanhosas da periferia. Em algumas localidades pode haver apenas uma família, enquanto em outras pode haver de duas a cinco, todas espalhadas, o que as impede de se juntarem para terem comunhão. Visitas como essas levam dias devido ao pobre sistema de transporte público e também às distâncias que tenho de andar para chegar a essas famílias.

No momento não há perseguição do Estado, porque eu trabalho com a compreensão do pastor da igreja oficial local, um crente com uma grande responsabilidade de ver o evangelho pregado a muitos povos minoritários que se encontram nesta região. Mas encontramos grande resistência espiritual no coração das pessoas que tentamos alcançar. Sem o apoio e encorajamento de dois bons amigos, eu acharia ainda mais difícil perseverar.

Portanto, pedimos as orações de vocês para que Deus quebre as barreiras do coração do povo, para que o evangelho penetre este lugar de trevas.

Por favor, ore:

  • Pelo Irmão John em seu trabalho neste campo para o qual o Senhor o chamou. Nossa equipe ficou sabendo que sua noiva birmanesa vai se casar com ele em poucos meses. Ore para que como uma equipe de marido-mulher, eles possam encontrar mais portas de oportunidade abertas para que compartilhem as Boas Novas.

  • Ore para que o povo Tai nesta cidade seja mais aberto e se dê conta de sua necessidade de salvação.

  • Ore para que sinais e maravilhas acompanhem a pregação do evangelho.

  • Ore para as falsas seitas cristãs não ganhem nenhuma posição neste lugar da forma como já penetraram em algumas cidades vizinhas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE