Igreja é incendiada no Sudão

Um jovem teria ateado fogo no templo após pressão dos extremistas

| 13/01/2021 - 16:30

O garoto retirou combustível de uma motocicleta para incendiar a igreja e teve uma das mãos queimada (foto representativa)

O garoto retirou combustível de uma motocicleta para incendiar a igreja e teve uma das mãos queimada (foto representativa)


No dia 3 de janeiro, um adolescente de 13 anos colocou fogo em uma igreja na vila de Tamboul, estado de Al Jazira, situada cerca de 140km da capital do Sudão, Cartum. A igreja é usada em conjunto pela Igreja de Cristo no Sudão (SCOC, da sigla em inglês) e Igreja Evangélica Presbiteriana do Sudão (SPEC, da sigla em inglês). Fontes locais dizem que o garoto retirou combustível de uma motocicleta e jogou contra a capela antes de incendiá-la. O fogo consumiu toda a área da igreja e o jovem também sofreu queimaduras em uma das mãos.

A polícia o levou sob custódia, mas até agora não houve acusações contra o menor. Os muçulmanos locais afirmaram que esse foi apenas um ato infantil e não intencional, mas os líderes da igreja acreditam que o adolescente foi pressionado por extremistas para realizar esse ato. A SCOC e a SPEC costumavam realizar cultos em outro local. No entanto, após a separação do Sudão do Sul em 2011, o proprietário do edifício o vendeu. Foi quando a SCOC e a SPEC construíram juntas a pequena capela que foi incendiada.

Um líder da igreja disse que será muito difícil reconstruir a igreja, diante da atual situação econômica do país, porque os materiais de construção são muito caros e a maioria dos membros são trabalhadores rurais de baixa renda e pequenos comerciantes. "O Sudão fez grandes progressos na melhoria da situação dos direitos humanos, e fomos encorajados pelas recentes mudanças legislativas para garantir a liberdade de religião ou crença. No entanto, incidentes como esses mostram que, no nível da sociedade, muitas mudanças ainda precisam acontecer antes que a minoria cristã do Sudão seja capaz de adorar a Deus em total liberdade e sem intimidação", comentou um parceiro local da Portas Abertas.

Pedidos de oração

  • Ore pelos líderes das igrejas, para que sejam visitados e encorajados por Deus a continuarem o ministério, mesmo diante da perseguição.
  • Interceda pelos extremistas do país, para que Cristo aja com amor nos corações, trazendo transformação para a vida deles.
  • Clame pelas autoridades locais, para que levem o caso a sério e concluam as investigações, punindo os culpados.

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE