Jordânia completa 76 anos de independência

O 39º país na Lista Mundial da Perseguição 2022 é um ambiente cada vez mais hostil para os cristãos

| 25/05/2022 - 08:00

O país recebeu muitos refugiados sírios desde 2011 e a maioria da população é muçulmana

O país recebeu muitos refugiados sírios desde 2011 e a maioria da população é muçulmana


A Jordânia completa 76 anos de independência da Grã-Bretanha hoje. Em 1967, a nação perdeu a região da Cisjordânia para Israel na Guerra dos Seis Dias, a qual ainda hoje é alvo de intensa polêmica e conflitos noticiados pela mídia internacional. Com a guerra na Síria, a Jordânia passou a ser caminho para radicais jihadistas, fazendo com que o terrorismo também chegasse ao país, que registrou diversos tipos de ataques extremistas. 


A Jordânia ocupa a 39ª posição no ranking da
Lista Mundial da Perseguição 2022 (LMP). O principal tipo de perseguição religiosa registrada no país é a opressão islâmica. Isso significa que os cristãos na Jordânia precisam de oração para terem seus direitos garantidos e suas expressões de fé respeitadas pela maioria islâmica. 


Nos últimos anos, a economia ficou desgastada com o crescimento populacional acelerado pela chegada de refugiados das guerras no Oriente Médio. Hoje, há 760 mil refugiados no país, sendo 670 mil sírios. Além disso, na pandemia da
COVID-19, sem boas condições de saneamento e higiene, o país enfrentou uma crise intensa. 


O país desceu uma posição na LMP, indicando certa melhora na relação do país com os cristãos. O governo tem buscado dialogar com os diferentes grupos religiosos do país. Vários locais do país são considerados sagrados por cristãos e muçulmanos, como o monte Nebo, onde Moisés deve ter visto a terra santa e morrido. Apesar disso, a liberdade religiosa ainda não é totalmente garantida, inspirando intercessões.
 


A Portas Abertas recebeu, nos últimos anos, diversos relatos de violência contra cristãos na Jordânia. Alguns cristãos de origem muçulmana, por exemplo, foram agredidos fisicamente e/ou ameaçados de morte por membros da própria família, que não concordaram com a conversão deles. Outros irmãos na fé tiveram que sair do país por motivos de segurança e várias igrejas foram fechadas devido a atividades de evangelismo, pois compartilhar Jesus com muçulmanos é proibido.
 


Pedidos de oração
 

  • Peça que o Senhor dê sabedoria e discernimento às autoridades nas decisões que afetam os cristãos. 
  • Interceda pelos cristãos de origem muçulmana, que constantemente são interrogados pela polícia da Jordânia e agredidos pela própria família. 
  • Rogue que os muitos muçulmanos e refugiados da Jordânia sejam alcançados pela graça salvadora de Jesus 

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE