Liberdade religiosa em pauta no Sudão

| 30/08/2017 - 00:00


30-sudao-familia-de-refugiados-em-nuba

Os Estados Unidos (EUA) levantaram a questão da liberdade religiosa no Sudão e propõem diminuir as penalidades e punições que existem hoje por conta da falta de liberdade. Foi o que alegou o novo responsável pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional, Mark Green. Ele conversou com as autoridades governamentais do Sudão sobre as sanções, medidas punitivas, criadas há 20 anos, e ponderaram sobre aliviá-las ou estendê-las. Uma decisão deve ser tomada até dia 12 de outubro.

Green conversou com repórteres após encontro com o primeiro ministro sudanês Bakri Hassan Saleh e disse que os EUA fizeram muitas perguntas e receberam garantias. Mesmo que as questões dos direitos humanos e da liberdade religiosa não sejam as únicas causas da revisão de algumas sanções e punições do governo sudanês, os EUA estão constantemente levantando essa pauta como uma preocupação.

Durante a visita de Green ao Sudão, que durou três dias, ele encontrou-se com várias organizações religiosas, igrejas e advogados. Líderes religiosos queixaram-se de que igrejas foram destruídas pelo governo e líderes foram presos, provocando medo entre os cristãos, que não podem praticar a fé no país de maioria muçulmana. “O governo está empenhado em modificar essas sanções que existem há tanto tampo, e eu estou trabalhando para que o governo americano acelere esse processo”, diz ele.

Pedidos de oração

  • Peça a Deus pelas negociações de liberdade religiosa entre os EUA e o Sudão, para que gerem frutos de paz.
  • Ore pelos cristãos perseguidos do país, que se mantenham firmes e esperançosos no Senhor.
  • Interceda pelo governo do país, que Deus lhes dê sabedoria e discernimento para agir de forma que agrade a ele.

Leia também
Igreja sudanesa reivindica liberdade religiosa
Programa de demolição de igreja vai continuar


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE