Libertação de Mossul completa três anos

Conflitos entre Turquia e rebeldes curdos destroem o que restava e força o deslocamento de cristãos

| 10/07/2020 - 06:00

Cristãos que vivem em Mossul se apegaram a Cristo para vencer as dificuldades durante o domínio do Estado Islâmico

Cristãos que vivem em Mossul se apegaram a Cristo para vencer as dificuldades durante o domínio do Estado Islâmico


Hoje faz três anos que a cidade de Mossul foi libertada do domínio do Estado Islâmico no Iraque. Porém, as consequências dos conflitos estão visíveis nos escombros da segunda maior metrópole do país e vivas nas mentes dos sobreviventes. Além da batalha para a reconstrução da vida, os iraquianos também enfrentam a COVID-19 e as consequências da doença, como o aumento do desemprego e da violência doméstica.

Em meados de junho, a Turquia iniciou a operação Garra de Tigre, com o objetivo de expulsar militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão da fronteira com o Iraque. Os rebeldes são acusados de usar a região montanhosa como base para os ataques em território turco. Desta vez, as forças da Turquia adentraram 30 km no território vizinho e estabeleceram postos avançados na montanha.

A consequência dos novos conflitos é o temor por uma guerra, e as vítimas mais vulneráveis estão sobrevivendo em campos de deslocamento. “O bombardeio pelos militares turcos atingiu campos perto da cidade de Bersev, forçando cerca de 10 a 15 famílias cristãs a fugir", afirmou um líder cristão.

Outros seguidores de Jesus também foram obrigados a abandonar os lares no momento de tensão. “As famílias cristãs deixaram as aldeias, temendo que a situação possa piorar. Alguém da vila de Merkeja me disse que cerca de 90% das famílias cristãs deixaram as casas deles”, testemunha um contato da Portas Abertas.

Um novo bombardeio turco atingiu a cidade de Zakho e deixou cristãos, como Louis, ainda mais apreensivos: “Nos deparamos com problemas cada vez mais sérios, um após o outro, em uma espiral que tira o fôlego e esmaga todas as pessoas sob o peso da fadiga e da preocupação".

Fortaleça cristãos iraquianos!

Nesses momentos de incertezas, os cristãos no Iraque precisam manter a confiança em Deus. Por isso, a Portas Abertas disponibiliza seis programas de desenvolvimento psicossocial para edificar famílias resilientes no território. Doe e sustente os ministérios por um mês.

Pedidos de oração

  • No Dia da Libertação de Mossul, clame pela paz de Deus sobre o Iraque. Peça que o amor de Jesus inunde os corações e que os intentos de violência e guerra sejam frustrados.
  • Interceda pelos cristãos que precisaram deixar as casas e os campos de deslocamento para manter a própria segurança. Que sejam sustentados em todas as necessidades e que a presença de Deus seja visível entre eles.
  • Ore pelos governantes tanto do Iraque quanto da Turquia. Para que tenham sabedoria do Senhor e tomem atitudes que sejam benéficas para as populações de ambos. 

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE