Líder cristão é preso sob falsa acusação

| 13/06/2016 - 00:00


13-azerbaijao-0250001343.jpg

Um líder cristão azeri foi preso na Geórgia, um país que fica na fronteira entre a Europa e a Ásia, e próximo do Azerbaijão (34º país da Classificação da Perseguição Religiosa), por acusação de posse de drogas. A notícia diz que se o tribunal da Geórgia o considerar culpado terá que enfrentar 14 anos de prisão. Alguns amigos afirmam que ele foi abordado por pessoas que estavam incomodadas pelo fato de ele estar ali pregando o evangelho entre os muçulmanos. Além disso, comentaram que seu estado de saúde é delicado e que ele necessita de ajuda médica urgente.

Há dois fatores importantes que devem ser observados nesse incidente: o primeiro é que a Geórgia é conhecida como um país cristão, embora siga uma linha ortodoxa e a minoria muçulmana atuante no país é bem radical. Sabe-se que há vários georgianos lutando em conjunto com o Estado Islâmico. O segundo fator é que os cristãos azeris evangelizam livremente na Geórgia, enquanto os georgianos hesitam pregar o evangelho em seu próprio país.

O governo da Geórgia está fazendo de tudo para se aproximar da NATO (North Atlantic Treaty Organization, em inglês ou OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte) e da União Europeia, o que ajudaria o cristão a ter uma investigação adequada e, provavelmente, ele seria liberado. Isso chamaria muito a atenção dos militantes muçulmanos georgianos, que influenciam bastante as autoridades do país, mas seria um ponto positivo para os cristãos que são perseguidos por lá.

Em suas orações, interceda pelos cristãos perseguidos, tanto do Azerbaijão quanto da Geórgia.

Leia também
Radicais muçulmanos tentam invadir o Azerbaijão
Aumenta a vigilância sobre os cristãos


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE