Mais de 590 voluntários no Brasil servem a Igreja Perseguida

Em nome dos cristãos perseguidos, secretário-geral agradece o trabalho dos brasileiros

Hoje é o Dia Internacional do Voluntário e a Portas Abertas deseja homenagear a todos as mais de 590 pessoas que se dispõem a servir a causa da Igreja Perseguida. Assim como o irmão André entendeu e disse “sim” ao chamado de Deus para fortalecer os cristãos perseguidos, irmãos e irmãs brasileiros dispõem os dons para servir no reino de Deus. Alguns são correspondentes, outros organizadores de grupos de oração, tradutores, assistentes em serviços de escritório e apoio em diferentes eventos.

Mesmo durante a pandemia de COVID-19, quando a população foi aconselhada a evitar o contato pessoal, os voluntários da Portas Abertas usaram a tecnologia para espalhar os pedidos de socorro dos cristãos mais perseguidos e necessitados. E a consequência do forte engajamento foi a possibilidade de socorrer os milhares de cristãos na Ásia, África e Oriente Médio carentes de itens básicos para sobreviver, como artigos de alimentação e higiene.

"Graças ao chamado pessoal de cada um, a nossa missão de caminhar ao lado dos cristãos perseguidos, demonstrando o amor de forma prática, tem sido possível. De forma especial nestes tempos desafiadores de pandemia de COVID-19, agradecemos a Deus pela dedicação de cada um para que a Igreja Perseguida se mantenha viva", reconhece o secretário-geral da Portas Abertas, Marco Cruz.

O porta-voz nacional da organização enfatiza que o trabalho de fortalecimento dos cristãos perseguidos tem se tornado cada dia mais essencial e depende muito do comprometimento de mais pessoas com a causa. "Reconhecemos que nosso ministério seria mais difícil se não contássemos com os voluntários no Brasil. Convidamos você para caminhar mais uma milha conosco para ortalecer o que resta, assim como nosso Senhor direcionou o Irmão André a fazer", conclui.

Quer ser um voluntário da Portas Abertas?

Cristãos que desejam servir a Igreja Perseguida precisam ter mais de 18 anos e ser membro de uma igreja local. Em seguida, devem preencher o formulário para se candidatar e conhecer as oportunidades existentes para atuação, de acordo com os dons e talentos pessoais.