Marido bate em esposa por ela seguir a Cristo

O homem seguiu as recomendações das autoridades locais no Vietnã

Em 2019, Qui* e a família ouviram sobre Cristo enquanto estavam trabalhando em um campo em um vilarejo ao noroeste do Vietnã. Eles se converteram e passaram a frequentar a igreja aos domingos como os demais cristãos. As autoridades locais perceberam as mudanças e ameaçaram o marido da cristã, Trong*. Eles prometeram expulsar todos da vila e ainda cortar os benefícios fornecidos pelo governo, caso continuassem indo à igreja e crendo em Jesus. Após o aviso, o pai exigiu que parassem de congregar com outros seguidores de Cristo. Os filhos obedeceram às ordens, mas a mãe não.

Desde que encontrou Jesus, a cristã teve a vida mudada por Deus e pela Bíblia. Ela passou a ter paz e entendeu que deveria perseverar na fé e continuar indo à igreja. Por consequência da decisão dela, os líderes locais continuaram a pressionar Trong e ainda o aconselharam a usar violência física para conter Qui e fazê-la desistir de seguir a Jesus. No dia 31 de janeiro, o marido seguiu as recomendações e bateu na esposa com um pau e a expulsou de casa.

A cristã foi acolhida pela igreja que frequenta e está com dificuldade de se movimentar sozinha. Apesar do pastor de Qui comunicar às autoridades sobre o incidente entre o casal, nada foi feito e ainda argumentaram: “Ela é uma mulher má e confia em uma religião estrangeira. O ideal é o marido bater nela”. No Vietnã, o cristianismo é visto como uma fé ocidental, por isso o governo comunista persegue aqueles que seguem a Jesus. Devido à ideologia dos líderes locais, eles  aconselharam Trong a preparar o divórcio. 

*Nomes alterados por segurança.

Pedidos de oração