Como a ajuda emergencial auxilia os cristãos da República Centro-Africana

No Dia Internacional da Solidariedade Humana, veja como devolver a dignidade às famílias cristãs

| 20/12/2020 - 06:00

Mais de cinco mil cristãos foram ajudados durante a pandemia no país

Mais de cinco mil cristãos foram ajudados durante a pandemia no país


Instituído desde 2005 pela Organização das Nações Unidas, o Dia da Solidariedade Humana é comemorado hoje, 20 de dezembro. A Bíblia enfatiza a dignidade de cada ser humano por ser conforme a imagem de Deus, logo, a solidariedade entre todos os cristãos é consequência do mandamento resumido por Cristo: “Ame o seu próximo como a si mesmo”.

A Portas Abertas acredita que cristãos ao redor do mundo reconhecem a necessidade do cumprimento desta ordem, por isso trabalha em parceria com as igrejas para restituir a dignidade de muitos filhos de Deus em países onde há perseguição. O cristianismo tem sido sinônimo de pobreza extrema em nações com alto índice de intolerância religiosa. Nesses países, os cristãos não têm empregos, são boicotados nos negócios e expulsos de casa por decidirem seguir a Jesus. 

Mais de cinco mil cristãos em situação de vulnerabilidade receberam auxílio emergencial na República Centro-Africana. Essa ajuda só foi possível graças à generosidade de nossos parceiros durante a pandemia. O pastor Clemente*, do Leste do país, ficou tão feliz com essa ajudar que testemunhou:

“Quando Elias foi perseguido por Jezebel, Deus lembrou dele através de um corvo que o alimentava. A Portas Abertas tem sido os corvos para nós, cristãos na República Centro-Africana”.

*Nome alterado por segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE