Militante deixa o Boko Haram e convida outros a se arrependerem

| 11/09/2017 - 00:00


03-nigeria-concentracao-comunidade-kaduna

Um desertor do Boko Haram convocou antigos militantes extremistas para se arrepender e deixar o grupo islâmico. Bana Umar, da cidade nordeste de Banki, na Nigéria, tinha 27 anos quando se juntou ao Boko Haram em 2014, no mesmo ano em que o grupo raptou quase 300 estudantes na cidade de Chibok. Umar disse que foi atraído por um amigo para se juntar ao grupo para "lutar e matar todos os infiéis".

Naquela época, ele disse que era "emocionante" e as condições de vida eram boas porque o Boko Haram governava grande parte dos estados de Borno, Yobe e Adamawa, e tinha liberdade para operar nas regiões. “A vida é difícil para os militantes. Não é o que costumava ser no passado. É difícil encontrar alimentos para todos”, disse Umar.

No dia 18 de agosto, ele fugiu junto de outro extremista e a esposa do comandante para quem Umar costumava trabalhar como guarda-costas, apesar do risco de ser capturado e morto. "Eu os chamo para o arrependimento, em especial aqueles que querem sair, mas têm medo. Tento mostrar que os militantes não fazem nada para quem se arrepende voluntariamente. Eu saí e não fui prejudicado. Ninguém colocou a mão em mim", disse ele.

Umar disse que escutou no rádio que os desistentes do Boko Haram seriam bem recebidos e não punidos, por isso elaborou o plano de fuga.

"Muitos de nós ouvimos as estações de rádio", disse ele. "Quando ia dormir, pensava na minha vida e no que fazemos. Percebi que todas as nossas atividades são más. Nós matamos, roubamos e tiramos as pessoas de suas propriedades em nome da religião. Mas o que estamos fazendo não é religião. Um dia, fiquei farto do grupo", acrescenta.

Ele disse que mais de 1.000 membros do Boko Haram gostariam de deixar o grupo. "Até mesmo alguns fundadores querem sair porque os soldados intensificaram a guerra, que não era assim no passado", desabafa Umar.

Pedidos de oração

·     Ore pelo arrependimento e mudança de mentalidade dos militantes do Boko Haram, e para que Deus dê a eles a oportunidade de mudar de vida.

·     Interceda pela proteção de Umar e daqueles que deixaram o grupo.

·     Peça ao Senhor que eles encontrem formas de se reintegrar à sociedade e que os cristãos os perdoam e os recebam com o amor de Cristo.

Leia também 
Crianças são usadas pelo Boko Haram 
Crianças são exploradas em campos de refugiados



Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE