País processa líder islâmico por declaração anti-semita

| 30/06/2004 - 00:00


O presidente do Partido dos Muçulmanos da França (PMF), Mohamed Latreche, foi processado este mês por incitação ao ódio racial, informaram hoje, terça-feira, fontes judiciais. O julgamento de Latreche, no último dia 4, surge das declarações feitas por ele durante uma manifestação contra a proibição do uso do véu islâmico nas escolas públicas, disseram as fontes à EFE. Na manifestação, em janeiro em Paris, o líder do minoritário PMF tachara o sionismo de ideologia de apartheid, e o comparara com o nazismo.

Leia mais no UOL


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE