Controle isola muçulmanos chineses do mundo islâmico

| 17/09/2004 - 00:00


Disseminar a fé é uma obrigação do islamismo, mas para os 20 milhões de muçulmanos chineses, isso é possível apenas dentro dos limites de uma mesquita. O governo ateu chinês desconfia de qualquer um que possa ter a lealdade dividida, especialmente dos que possam ser mais fiéis a uma religião. A estratégia é incorporar os líderes religiosos dentro da hierarquia comunista.

Leia mais na BBC


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE