Muçulmanos pedem que não sejam associados com terroristas

| 11/07/2005 - 00:00


Os muçulmanos londrinos pediram que as autoridades e a imprensa não os associem aos terroristas que cometeram os atentados de quinta-feira, pois já começaram a sofrer represálias.

A mesquita Mazhirul Uloom, no bairro de Mile End, amanheceu nesta segunda-feira com cerca de 20 janelas quebradas, e outros templos britânicos foram molhados com gasolina e pichados.

Centenas de mensagens eletrônicas com intimidações foram enviadas à mesquita de Whitechapel, em East End, no leste da cidade, a maior da Europa ocidental e ponto de encontro de até 7.000 fiéis muçulmanos.

Uma das mensagens era uma ameaça de bomba, disse o porta-voz Abdullah Falik, lamentando que os muçulmanos britânicos não possam praticar sua religião sem medo.

Leia mais no UOL.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE