Professora e alunos detidos por estudarem o Alcorão

| 22/08/2005 - 00:00


As autoridades da região autônoma de Xinjiang, detiveram uma professora e seus 37 alunos, sob a acusação de estarem estudando o Alcorão (o livro sagrado do Islamismo).

A professora Aminan Momixi, de 56 anos, membro da etnia uigur, de língua turcomana e credo muçulmano, majoritária na região, foi detida pela polícia, no último dia 1.º, segundo o Congresso Mundial Uigur (WUC), que tem sua sede principal na Alemanha.

A professora ainda não foi libertada e pode ser condenada a até sete anos de reclusão, por ter em seu poder, exemplares do Alcorão, declarou Dilxat Raxit, porta-voz do Congresso.

Seus 37 alunos - de idades entre 7 e 20 anos - também foram detidos, mas alguns foram soltos, após terem pago multas no valor de 600 a 1.200 dólares, afirmou Raxit. Os alunos cujos pais não têm dinheiro para pagar a multa, continuam presos, acrescentou o porta-voz.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE