Russos presenteiam Portas Abertas

| 03/10/2005 - 00:00


Portas Abertas recebeu um presente dos cristãos que desejavam expressar gratidão pelos esforços da missão durante o período da ex-União Soviética para que a igreja fosse fortalecida. Trata-se de uma estátua que simboliza a união entre a igreja perseguida e a livre. Um modelo da escultura atual foi mostrado na Holanda, sede da Portas Abertas, em 7 de setembro, em Ermelo, lugar de onde muitas Bíblias foram transportadas para a União Soviética.

Um dos cristãos russos, Sergei Popov, ressaltou a gratidão que seu povo ainda tem pela Portas Abertas e suas contribuições durante a época da Guerra Fria, incluindo milhares de Bíblias e uma campanha de oração de sete anos. "Com esse presente", disse Popov, "agradecemos a todos da Portas Abertas e seus mantenedores por tudo que têm feito por nós. Ele é dado com amor e gratidão".

O fundador da Portas Abertas, Irmão André, ficou sensibilizado pelo presente: "Não tenho palavras para expressar o que vejo nessa estátua. Terei de olhar bem, e preciso de muito tempo para compreender um significado tão profundo".

Irmão André continuou: "Antes da queda da União Soviética, eu pude introduzir um milhão de Bíblias. Antes disso, muitos cristãos russos já estavam felizes se recebessem somente uma página da Bíblia. Hoje, ainda existem milhões de pessoas ao redor do mundo que anseiam por descobrir o que Deus deixou por escrito para nós".

A escultura é só um modelo. O artista queria ver como o modelo da escultura se encaixaria nos arredores de Ermelo. Os cristãos da Rússia estão levantando fundos para trazer a verdadeira estátua de bronze de São Petersburgo para a Holanda. Eles esperam que a arrecadação não seja um problema. "O que a Missão Portas Abertas tem feito por nós não pode ser expressado em dinheiro", disse um cristão russo presente no local, que, por medidas de segurança, não quis ser identificado.

Socorro na emergência

A escultura, feita por um artista da cidade de São Petersburgo, Sergei Aslov, chama-se "Os que socorrem na emergência", uma alusão à Missão Portas Abertas e a todos os cristãos que estão orando, doando ou viajando em favor dos cristãos perseguidos. Uma das figuras da estátua está ferida e suplica pela ajuda de Deus. A outra figura está ferida por causa comunhão com o irmão sofredor e estende sua mão em oração. As correntes em seus tornozelos simbolizam sua união no sofrimento e na esperança em Deus.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE