Demolição de cinco igrejas é impedida

| 03/12/2005 - 00:00


Os protestos feitos pelos moradores de Tangerang,  província de Banten, evitaram que cinco igrejas protestantes fossem destruídas pelas autoridades públicas. As autoridades agora estão divididas sobre se devem cumprir sua missão ou não.

O governo de Tangerang afirmou que as igrejas foram construídas em terreno público e sem permissão alguma. As forças da ordem foram incumbidas de realizar os procedimentos de demolição.

Hendri Manalu, porta-voz da Igreja Protestante Indonésia, disse que as autoridades não deveriam destruir as igrejas, mesmo que estivessem em terreno público. "Elas foram construídas há cinco anos sem violar qualquer regulamentação; e então pedimos que elas não fossem derrubadas. Além de tudo, estamos perto do Natal agora".

Ele acrescentou que a demolição parecia fazer parte de um plano econômico das firmas locais. Já em setembro do ano passado, uma companhia estatal tentou entrar em acordo com os moradores sobre um esquema de construção de um complexo comercial no local. "Essas pessoas se dizem representantes do estado", Hendri continuou.

A construção não-autorizada de edifícios religiosos é atribuída, em geral, à extrema dificuldade de se conseguir permissões legais dos escritórios públicos. Às vezes, depois de uma espera interminável, as comunidades decidem levantar sua própria igreja.

As cinco igrejas que corriam risco de serem demolidas são: Igreja Pentecostal Protestante, Igreja Pentecostal Indonésia, Igreja Cristã da Sociedade de Batak, Pentecostal Aleluia e Igreja Bete. Além delas, as forças de ordem também iriam provavelmente demolir uma pequena mesquita conhecida como "mushola".

Texto enviado por Daila Fanny.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE