Interrogatório é chamado de “conversa entre amigos”

| 29/12/2005 - 00:00


O chefe do Departamento de Combate ao Extremismo e Terrorismo de Andijan, Ulugbek Taishmatov, negou ter pressionado o pastor protestante Bakhtier Tuichiev, embora o tenha interrogado por quatro dias e banido todas as atividades de sua igreja. Ele disse: "Nós não temos nada a ver com Bakhtier. Ninguém o estava interrogando; só conversamos como amigos. Não queremos criar nenhum problema para ele".

Bakhtier não ficou tranqüilo com esses comentários. "Ulugbek estava tentando esconder o problema de vocês. Ele não foi amigável comigo. Estou bem preocupado com a minha segurança".

Bakhtier foi submetido a quatro dias de interrogatórios. "Cheguei às nove da manhã e voltei pra casa às seis da tarde". Ele também disse que Ulugbek o interrogou pessoalmente.

O pastor contou que Ulugbek estava interessado em seus contatos internacionais, incluindo organizações de direitos humanos. Ele também queria saber se o pastor recebia ajuda financeira do exterior. Ulugbek fez Bakhtier escrever uma declaração de que os membros de sua igreja não poderiam se encontrar mais para reuniões religiosas, porque sua igreja não era registrada. O pastor disse que teve medo de ser preso se não escrevesse a declaração.

Conforme a lei uzbeque - e contra os padrões internacionais de direitos humanos - atividade religiosa não-registrada é ilegal.

Bakhtier está tentando registrar sua igreja desde 2002, mas nunca conseguiu. Ele afirma que a polícia secreta do Serviço de Segurança Nacional (NSS) o está vigiando bem como a outros membros ativos da comunidade protestante. O pastor também falou que alguns funcionários do NSS estão tentando jogar pessoas de seu bairro contra ele.

Em 2002, um grupo de pessoas que diziam ser jornalistas da BBC e da CNN visitou Bakhtier. Depois ele concluiu que elas eram, na verdade, agentes secretos do NSS, já que a BBC e a CNN lhe disseram por telefone que nenhum de seus jornalistas tinha ido visitá-lo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco