Organização estudantil cristã é discriminada em escola

Portas Abertas • 13 jan 2006


Uma escola de ensino médio do Estado de Nova Iorque está sendo ameaçada com um processo federal por sua recusa em dar reconhecimento oficial a uma organização estudantil cristã de seu campus.

A escola de Schenectady tem negado status oficial à Aliança Cristã desde 2003. Mas depois que um membro da associação entrou em contato com o Fundo de Defesa Aliança (ADF - Alliance Defense Fund), esse grupo de defesa legal enviou uma carta alertando os diretores da escola, que se eles não começarem a honrar os direitos constitucionais dos estudantes, se seguiriam ações legais.

A advogada da ADF, Elizabeth Murray, disse que a escola não tem base para continuar com seu comportamento inconstitucional. Ela afirmou: O Ato de Acesso Igual e outros princípios constitucionais proíbem escolas de distritos de se engajarem em preconceitos de ponto de vista e de negar acesso igual a um grupo de alunos baseado em seus credos religiosos".

Elizabeth aponta que, quase sempre, o Distrito Escolar da Cidade de Schenectady (SCSD) permite que grupos reconhecidos tenham acesso às salas de aula para se reunirem, para usar o sistema de som da escola e de fazer anúncios. A advogada ainda observa: Esses direitos não estão à disposição da associação cristã, a menos que eles sejam reconhecidos como um grupo de alunos. A ADF soube que, enquanto isso, outros grupos no campus desfrutam do status de grupo reconhecido, incluindo a Aliança de Gays/Heterossexuais Spectrum, a Anistia Internacional, e um clube do meio ambiente chamado SOS - Save Our Sphere (Salvem Nosso Globo).

A advogada da ADF diz que o SCSD está engajado em uma discriminação injusta e ilegal contra a Aliança Cristã e ainda tem que oferecer explicação por sua recusa em reconhecer a organização com base religiosa dos alunos. O distrito escolar está implementando um padrão duplo e relegando os grupos de alunos cristãos à posição de grupos de segunda categoria, ela insiste.

A carta de informação enviada ao SCSD em favor da Aliança Cristã informou à administração da escola que eles estão envolvidos na violação da Primeira Emenda dos Estudantes e do direito de acesso igual. De acordo com Jeff Shafer, conselheiro da ADF, a Suprema Corte dos EUA confirmou o direito de associações religiosas de se encontrar nos campi de escolas públicas na mesma medida que outros tipos de agremiações.

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco