Afegão convertido ao cristianismo é libertado da prisão

| 28/03/2006 - 00:00


O afegão processado em seu país por se converter ao cristianismo foi libertado da cadeia na noite da segunda-feira.

Abdul Rahman, convertido há 16 anos, teve suspenso seu julgamento em Mazar-e-Sharif, no norte do Afeganistão, depois de alegações de que ele sofre de problemas mentais.

Funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) estão reunidos em Cabul para discutir o pedido de Rahman por asilo político em outro país.

Adrian Edwards, porta-voz da ONU, disse que espera que o asilo seja concedido por um país interessado em uma solução pacífica.

Segurança máxima

Segundo o correspondente da BBC em Cabul Sanjoy Majumder, Rahman foi libertado da prisão de segurança máxima Pul-e-Charki, na capital afegã, na noite de segunda-feira, após as autoridades decidirem que ele não estava mentalmente apto a enfrentar um julgamento.

Após ser libertado, Rahman se reuniu com funcionários do Ministério da Justiça, segundo o vice-procurador-geral Eshaq Aloko.

Leia mais no BBC Brasil.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE