Papa diz a Chávez que está preocupado com a Venezuela

| 11/05/2006 - 00:00


O papa Bento 16 recebeu o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, na quinta-feira e mostrou-se preocupado com uma série de supostas ameaças à liberdade religiosa no país latino-americano, majoritariamente católico, disse o Vaticano.

Chávez, que realiza uma visita de dois dias a Roma, ficou durante cerca de 35 minutos no gabinete particular de Bento 16.

Um porta-voz do Vaticano afirmou que, durante a audiência, o pontífice entregou ao presidente esquerdista uma carta contendo os motivos da preocupação da Igreja com a situação na Venezuela.

Um comunicado divulgado mais tarde dizia que, durante o encontro, o líder católico reafirmou o direito do Vaticano de nomear bispos livremente e deu destaque ao que considera ser uma ameaça à liberdade religiosa na Universidade Santa Rosa, na Venezuela.

Chávez, um político socialista aliado de Cuba, mantém uma relação desconfortável com a direção da Igreja Católica em seu país desde que subiu ao poder, em 1999, com a promessa de combater a pobreza.

No encontro, segundo o comunicado, o papa citou sua preocupação com o fato de as aulas de religião estarem sendo tiradas das escolas venezuelanas e destacou a necessidade de meios de comunicação religiosos terem garantida sua liberdade de expressão.

Leia mais no UOL.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE