Ataques ao Líbano atingem cristãos

| 20/07/2006 - 00:00


Muitos cristãos estão entre as vítimas inocentes da atual violência que irrompeu inesperadamente no Líbano. Pegos de surpresa em um conflito que não lhes diz respeito, os cristãos necessitam urgentemente de comida, abrigo e cuidados médicos.

Milhares de libaneses fogem em busca de abrigo, e os cristãos formam uma proporção substancial desses refugiados. Alguns foram para as montanhas libanesas, enquanto dezenas de milhares fugiram para a Síria. Como a crise aconteceu de repente, a ajuda humanitária não estava preparada para agir.

Parceiros da ONG Fundação Barnabé estão nas montanhas do Líbano, cuidando das pessoas que fugiram do sul do país. Nabil Costa, da Sociedade Libanesa para a Educação e Desenvolvimento Social, relata que, além das necessidades dos desabrigados, há muitos cristãos carentes que foram demitidos. Eles agora não têm emprego e não podem comprar comida.

Outros parceiros da Fundação, que estão na Síria, dizem que a necessidade mais urgente é de leite e alimentos para bebês e crianças. Haddad, um médico sírio e líder cristão, falou das principais preocupações: "Temos muitas pessoas subnutridas, debilitadas, doentes e com danos físicos (ferimentos e infecções). Alguns precisam ser hospitalizados e outro precisam de ajuda médica imediatamente". Cabanas e outros tipos de abrigo também são necessários.

O diretor internacional da Fundação Barnabé, Patrick Sookhdeo, pede aos cristãos de todo o mundo: "Convoco meus irmãos a orarem por nossa família cristã no Líbano, e ajudá-la como for possível".

Os cristãos formam atualmente 30% da população libanesa. Embora eles tenham sido um grupo bem maior há centenas de anos, a emigração e o pequeno tamanho das famílias cristãs fez com que a proporção deles na população ficasse reduzida agora.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE